O presidente de Cabo Verde apelou esta terça-feira aos cabo-verdianos que ofereçam um dia de salário como forma de apoiar as vítimas da erupção vulcânica que assola há 17 dias a ilha cabo-verdiana do Fogo.

Num comunicado da Presidência cabo-verdiana, Jorge Carlos Fonseca adiantou que a proposta vai ser «desenvolvida e articulada» em conjunto com as câmaras municipais e de comércio, centrais sindicais, administração pública e os «segmentos da sociedade», estendendo-se à comunidade cabo-verdiana na diáspora.

«O chefe de Estado pede um esforço adicional a todos os cabo-verdianos e lança a ideia de 'um dia nacional de salário de apoio e solidariedade às vítimas da erupção vulcânica», lê-se no documento, em que Jorge Carlos Fonseca assume ter ficado com a «alma sofrida» após a visita efetuada à ilha do Fogo, há cerca de uma semana.