Dois dos três vulcões guatemaltecos ativos estão com manifestações de vitalidade, informaram esta quarta-feira as autoridades, um dia depois de um deles, Santiaguito, começar a expelir fumo e cobrir localidades vizinhas com cinzas.

O vulcão guatemalteco designado Fuego, no sudoeste do país, tem lançado detritos nas últimas semanas sobre as localidades próximas e forçou mesmo em fevereiro o encerramento temporário de um aeroporto na região.

Agora, foi a vez de o vulcão Santiaguito, no oeste da Guatemala, acordar e começar a expelir colunas de fumo 400 metros acima da sua cratera.

Este vulcão, cujo topo está situado a 2.500 metros acima do nível do mar, está localizado na província de Quetzaltenango.

Este gigante adormecido começou a agitar-se na terça-feira, mas os dirigentes locais disseram que até agora ainda não houve retirada de pessoas.

Já o início da atividade do Fuego em fevereiro, com a emissão de grandes colunas de cinzas, desencadeando um alerta laranja e forçando os residentes na zona a usarem máscaras protetoras.

Em 2012, foram retiradas milhares de pessoas das vertentes do Fuego, depois de uma erupção.

Os dirigentes da Guatemala já adiantaram que se mantêm vigilantes a um terceiro vulcão ativo, o Pacaya, situado no sul do país, o qual ainda não deu qualquer sinal de acordar do seu torpor.