Após dois dias de acalmia, a erução vulcânica na ilha cabo-verdiana do Fogo intensificou-se e a nova frente surgida quinta-feira avançou rapidamente e atingiu novamente a localidade de Portela, destruindo agora o polidesportivo local e mais 20 habitações.

Segundo um comunicado do Gabinete de Comunicação do Governo cabo-verdiano, a lava está a avançar a uma velocidade de 30 metros por hora, uma vez que a inexistência de obstáculos no terreno tem permitido maior fluidez, o que obrigou também à evacuação de toda a equipa técnica de Portela.

A intensificação da erupção vulcânica ocorreu hoje às cerca das 18:00 locais (19:00 em Lisboa).