Atualizada às 23h56

Um ataque por um grupo de homens fortemente armados contra o aeroporto da Carachi, capital económica do Paquistão, levou ao cancelamento de todos os voos, anunciou um alto responsável da polícia paquistanesa.

Rao Muhammad Anwar indicou, citado pela agência francesa AFP, que os assaltantes detêm armas automáticas e granadas e que há combates com os responsáveis pela segurança do aeroporto.

«As trocas de tiros continuam. Não sabemos o número exato de atacantes, mas supomos que sejam entre quatro a seis terroristas que tenham atacado o aeroporto», acrescentou.

De acordo com a imprensa internacional, 23 pessoas morreram num atentado perto da fronteira com o Iraque e pelo menos mais 14, das quais sete terroristas, morreram no aeroporto.

«Não sabemos o número exato, mas ao que parece são entre quatro e seis terroristas que atacam o aeroporto», afirmou Muhamad Anwar, acrescentando que o grupo utiliza armas automáticas e granadas.

O ataque não foi, pelo menos até ao momento, reivindicado.