A Rússia não está a tentar trazer a União Soviética de volta, mas o problema é que “ninguém quer acreditar nisso”, disse o Presidente russo, Vladimir Putin, num documentário emitido no domingo.

Desde o início da crise na Ucrânia, com o antigo Presidente Viktor Yanukovych apoiado por Moscovo e derrubado por manifestantes pró-europeus, que a Rússia acusa o ocidente de usar “a política de contenção”, numa reminiscência do período da Guerra Fria.

“Com a Ucrânia e outras áreas da antiga União Soviética, eu estou certo de que os nossos parceiros ocidentais não estão a trabalhar no interesse da Ucrânia, eles estão a trabalhar para evitar a recriação da União Soviética”, afirmou Putin no documentário “World Order”, emitido no canal público russo Rossiya 1.

"Ninguém quer acreditar em nós, ninguém quer acreditar que não estamos a tentar ressuscitar a União Soviética", acrescentou Putin. 


Como escreve a AFP, o presidente russo criticou, ainda, as intervenções de países do ocidente no norte de África e no Médio Oriente.

"Não podem querer impor a vossa versão de democracia, de bem e mal, noutras pessoas e culturas, com outras religiões e tradições, desta forma mecanica, automática".