O presidente russo Vladimir Putin decidiu criar um período de cessar-fogo diário na região de Ghouta oriental, nos arredores da capital Damasco, que tem sido palco de bombardeamentos por parte do exército sírio, causando centenas de mortes entre a população.

Segundo o ministro russo da Defesa, será também criado um "corredor humanitário" que permita aos civis deixarem Ghouta oriental.

Sergei Shoigu anunciou, segundo relata a agência Reuters, que o período diário de cessar fogo irá durar das 9:00 às 14:00 horas locais (7:00 - 12:00, hora de Lisboa).

A agência noticiosa russa RIA referiu também que a localização do corredor humanitário será revelada em breve.

Sábado passado, o Conselho de Segurança das Nações Unidas decretou um cessar-fogo na Síria durante 30 dias, que não tem vindo, de todo, a ser cumprido, motivando protestos de muitos países, incluindo da diplomacia portuguesa, como o ministro Santos Silva a considerar-se “preocupado e até indignado” com a situação.