Mais de nove mil pessoas já perderam a vida desde que começou o conflito na Ucrânia.
 
Entre as paredes da Europa, o clima de guerra civil naquele país, deixou, segundo os dados de um relatório das Nações Unidas a que a AFP faz referência, para além dos 9.098 mortos, 20732 feridos. Estes milhares de vítimas incluem militares, rebeldes e civis.
 
A ONU observou uma quebra na escalada de violência que assola o país desde abril de 2014, mas, alerta que mais de metade dos incidentes registados nos últimos meses têm a ver com minas.
 
Para além das vítimas, há a ter em atenção a crise humanitária, já que o conflito obrigou milhão e meio de pessoas a abandonarem as suas casas.
 
Um novo acordo de tréguas foi assinado entre governo e fação separatista e pró-russa em setembro, após o compromisso assinado em fevereiro ter falhado.