O número de mortos devido à passagem do tufão Koppu nas Filipinas subiu hoje para 54, com as cheias intensas a deslocarem-se para as localidades costeiras, obrigando à deslocação de dezenas de milhares de residentes.

As inundações, consequência das chuvas torrenciais do fim de semana nas regiões montanhosas, causadas pela passagem do tufão Koppu, desceram para as localidades costeiras, que se dedicam à pesca e à agricultura, submergindo-as em três metros de água.

Cerca de 60.000 pessoas fugiram das suas casas em Bulacan e Pampanga, bacias geográficas para água que chega das províncias mais elevadas de Nueva Ecija e Aurora.