A febre hemorrágica Ébola matou 2288 pessoas, em 4269 casos registados até 06 de setembro nos três países africanos mais afetados, segundo um balanço da Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgado esta terça-feira.

Perto de metade das mortes (47 por cento) e dos casos de infeção pelo vírus do Ébola (49 por cento) registaram-se nos 21 dias anteriores aquela data, indicam as estatísticas da OMS.

A agência das Nações Unidas refere que, além dos 2.288 mortos na Guiné-Conacri, Serra Leoa e Libéria, morreram outras oito pessoas na Nigéria, de 21 casos, e foi confirmado um doente no Senegal.