O enfermeiro britânico que foi infetado pelo vírus ébola na Serra Leoa e, mais tarde transferido para o Reino Unido, onde se sujeitou a um tratamento com a droga experimental ZMapp, já teve alta do hospital em Londres, escreve a agência Reuters. William Pooley, de 29 anos, sai do hospital após 10 dias de tratamento.

«Após 10 dias de tratamento bem-sucedido na unidade de isolamento de alto nível - a única no Reino Unido - o Sr. Pooley recebe alta do Royal Free Hospital a partir de hoje [quarta-feira]», refere o hospital em comunicado.

Primeiro doente britânico infetado com o vírus mortal ébola, William Pooley, contraiu a doença num hospital em Kenema, na Serra Leoa, quando tratava pacientes com ébola.

Transferido para Londres no dia 24 de agosto, o enfermeiro voluntário manifestou vontade de ser tratado com o medicamento experimental. William Pooley recebeu a primeira dose de ZMapp no dia 25 de agosto.