Um cidadão britânico de 58 anos que apresentava sintomas semelhantes aos do ébola morreu esta quinta-feira na Macedónia, mas o diagnóstico apenas será confirmado após um laboratório alemão completar as análises, referiram responsáveis pelos serviços de saúde. 

De acordo com a Reuters, a vítima chegou à capital da Macedónia, Skopje, no dia 2 de outubro vindo da Grã-Bretanha. Esta quinta-feira deu entrada no hospital em estado grave e morreu uma hora e meia depois. Os médicos revelaram que a vítima sofria de febre alta, vómitos e hemorragia interna, tudo sintomas compatíveis com os causados pelo virus do Ébola. Um outro britânico que viajava com a vítima apresenta febre alta e foi isolado.

O hotel onde os dois homens se hospedaram foi colocado de quarentena e as autoridades sanitárias aguardam agora o resultado das análises. Também os profissionais de saúde que levaram os britânicos para o hospital foram colocados em quarentena como forma de prevenção.

De acordo com o último balanço da Organização Mundial de Saúde, a epidemia de ébola já causou a morte de mais de 3.800 pessoas, num conjunto de oito mil infetados.