Pelo menos 200 pessoas morreram na Nigéria num novo ataque supostamente cometido pelo grupo islâmico radical Boko Haram, no estado de Borno, no norte do país, disse hoje o deputado federal Abdulrahman Terab, que está na região do incidente.

O ataque, que ocorreu na tarde de segunda-feira, aconteceu na localidade de Gamboru, na fronteira com os Camarões, referiu Terab, em declarações ao jornal local «Daily Trust».

«As pessoas ainda estão a contar os cadáveres. Contaram mais de 200 e ainda não acabaram», disse o deputado, representante da zona na câmara baixa do parlamento nacional, em Abuja.