Dois polícias foram baleados esta quinta-feira à noite em San Diego, no estado norte-americano da Califórnia, e um dos agentes acabou por morrer. A informação foi revelada pelas autoridades no Twitter. Um suspeito já foi detido.

A polícia continua a efetuar buscas em algumas zonas da cidade e pediu aos moradores para permanecerem em casa, o que dá a entender que poderá haver um segundo suspeito.

Não se sabe qual a gravidade dos ferimentos dos agentes, nem em que circunstâncias ocorreram o incidente.

Durante este mês, dois tiroteios levaram à morte de oito polícias nos Estados Unidos. Os incidentes estiveram relacionados com a violência policial sobre os negros. 

Em Dalas, no estado do Texas, cinco agentes foram mortos e sete ficaram feridos durante uma manifestação de protesto contra a violência policial sobre negros, a 8 de julho.

Alguns dias depois, a 17 de julho, em Baton Rouge, no Louisiana, um homem abriu fogo junto à sede da polícia. Os disparos atingiram seis agentes  três acabaram por morrer. O tiroteio surgiu depois de um afro-americano ter sido abatido pela polícia nesta cidade, o que provocou uma onda de revolta nos Estados Unidos.