O último balanço da onda de violência no Bangladesh eleva para 31 as vítimas dos protestos antigovernamentais.
As últimas duas vítimas morreram na quinta-feira, no hospital.

Muitas destas pessoas foram feridas em carros e autocarros. Segundo o governo, sete motoristas de autocarro constam entre as vítimas mortais.

O país tem vivido uma onda de protestos contra o governo desde que a oposição organizou uma greve geral a 5 de janeiro, aniversário das eleições. Há mais de sete mil pessoas detidas.

O maior partido da oposição, o BNP, e outros 19 partidos aliados reclamam eleições livres, alegando que o último ato eleitoral foi fraudulento e que as forças no poder se recusaram a uma supervisão internacional, de acordo com a CNN.