O tribunal condenou um ex-marido a 12 anos de cadeia por fazer chantagem com a mulher. Caso ela e a família não lhe pagassem uma quantia milionária, ele revelava imagens íntimas da esposa.

James Casbolt, um britânico de 37 anos, foi casado com Haley Meijer, bilionária americana, filha do dono de uma cadeia de hipermercados nos Estados Unidos.

Casbolt pedia quase três milhões de euros para não divulgar as imagens sexualmente explícitas da ex-mulher.
Para além disso, enviou-lhe várias mensagens com ameaças.

O casal casou-se em 2011, depois de se ter conhecido na Internet. O divórcio ocorreu, segundo o advogado de acusação, quando Casbolt se tornou violento. O britânico disse, então à sua ex-mulher e mãe do seu filho que ia dedicar o resto da vida a destruir a reputação dela.

Haley Meijer e a família não cederam à chantagem e o caso foi parar a tribunal.

O juiz, na leitura da sentença, considerou James Casbolt “um homem extremamente perigoso”, sem problemas psíquicos, mas sim com uma “mente inteligente e maquiavélica”.

As imagens foram enviadas a Casbolt pela mulher quando este estava no exército e disse sentir saudades da esposa.
“O senhor pediu-lhe imagens e vídeos íntimos. Ela enviou-os porque o amava. O senhor grosseiramente abusou da confiança dela. Quando a relação terminou, usou as imagens como uma munição”, disse ainda o juiz, de acordo com o The Guardian.