Seis homens norte-americanos estão acusados de abusar de uma menor durante mais de uma década, desde que a rapariga tinha quatro anos até aos 14 que tem atualmente.

O caso aconteceu em Hertford, Estado da Carolina do Norte, EUA, e só foi descoberto quando o irmão mais velho confessou o crime a um padre, que o aconselhou a dirigir-se à polícia.

Eric Jackson, 27 anos, e os seus irmãos Jon, 25, Mathew, 22, Nathaniel, 21,Benjamin, 19 e Aaron, com 18, foram presos e acusados de abuso sexual e violação.

Segundo apurou a «Sky News», o crime foi descoberto em 2012, mas a só agora foi concluída a investigação, uma vez que a vítima se recusava a falar com as autoridades.

«Eu acho que eles desconhecem a magnitude do que fizeram porque penso que ninguém lhes disse que isto era errado», afirmou o xerife local, Eric Tilley.

Tilley refere-se ao facto dos rapazes terem sido educados em casa, junto com a menina, e pelo facto de os pais estarem ocorrentes do que estava a acontecer e não terem feito nada.

Os pais, John Jackson, de 65 anos, e Nita, com 54, foram também acusados de abuso de menores, mas foram libertados após pagamento de fiança.

A mãe terá presenciado pelo menos um dos abusos.