Os quatro homens acusados da violação coletiva e morte de uma estudante em Nova Deli foram, esta sexta-feira, condenados à pena de morte, anunciou o juiz Yogesh Khanna, que preside ao tribunal.

Yogesh Khanna disse que o caso entrou na «categoria dos mais raros dos raros», o que justifica a pena capital.

«Numa altura em que os crimes contra as mulheres estão a aumentar, o tribunal não pode fechar os olhos a este ato grotesco», disse.