Um grupo de vinte homens raptou quatro raparigas menores de um hotel no leste da Índia tendo as crianças sido vítimas de violação.

Os crimes aconteceram no domingo à noite, em Lawada, no distrito de Pakur, pertencemte ao estado de Jharkhand.

As autoridades policiais informaram - de acordo com as agências indianas IANS e PTI - que o grupo armado entrou no hotel onde estavam alojadas várias menores e raptou quatro raparigas com idades entre os 12 e os 14, que foram violadas a seguir ao rapto.

O alerta foi dado por um grupo de habitantes locais, que está a assistir as autridades na captura dos criminosos, que estão em fuga.

As quatro crianças forma transportadas para hospital para serem examinadas, como relata a agência EFE, a partir de Nova Deli.

As raparigas pertencem à etnia Paharia - uma casta marginal na Índia -, o que, segundo a IANS, as torna mais indefesas face aos agressores.

As notícias de casos de violação na Índia têm estado a aumentar desde que em dezembro passado uma jovem de 23 que viajava num autocarro em Nova Deli morreu depois de ter sido torturada e violada.