As entidades policiais já detiveram os cinco suspeitos de participarem na quinta-feira na violação de uma jovem repórter fotográfica indiana, em Bombaim, informaram no domingo fontes das polícias.

A última detenção realizou-se domingo de manhã em Nova Deli, e trata-se do alegado cabecilha do grupo, identificado como Salim Ansari, explicaram as fontes aos meios de comunicação locais PTI e NDTV.

Três dos implicados na violação foram presos no sábado e outro na sexta-feira, estando já sob custódia da polícia todos os suspeitos do crime que está a ser investigado.

Fonte da polícia de Bombaim garantiu à agência EFE que os detidos estão a ser interrogados.

A fotojornalista foi vítima de violação coletiva, enquanto o colega foi violentamente agredido, num incidente semelhante àquele que chocou a Índia em 2012 e que levou à morte de uma jovem indiana.

Num bairro de luxo da cidade, cinco homens atacaram a jovem de 23 anos que tirava fotografias a prédios antigos para uma revista.