A polícia indiana anunciou hoje a detenção quatro nacionais do Bangladesh suspeitos no caso de violação de uma freira idosa, que está a chocar a comunidade cristã do país.

A religiosa, com mais de 70 anos, necessitou de uma cirurgia na sequência da agressão sexual de que foi alvo no mês passado, quando um gangue de assaltantes invadiu um colégio de freiras onde residia, no estado de West Bengal, no leste da Índia.

O vice-inspetor geral Dilip Kumar Adak disse que a polícia seguiu os suspeitos até ao estado de Punjab, no norte, depois de imagens captadas por câmaras de videovigilância terem circulado a nível nacional.

«Mais quatro nacionais do Bangladesh que se assemelham às fotografias e desenhos dos suspeitos na violação e roubo da escola secundária do Convento de Jesus em Ranaghat foram detidos», afirmou.


Outros dois suspeitos no caso estão sob custódia depois de terem sido detidos na semana passada.

Adak disse que a polícia identificou, através das imagens de CCTV, oito pessoas que entraram no convento.

Um deles tinha sido contratado pelas freiras para fazer trabalhos de construção, acrescentou.