Um jovem norte-americano decidiu gravar-se dentro de vários supermercados para provar que costuma ser «perseguido» por funcionários de lojas que julgam que ele vai roubar artigos, apenas por ser negro.

Rashid Polo colocou pelo menos três desses vídeos online, através da aplicação Vine, para provar que o racismo está bem presente nos EUA, e que esta é uma situação recorrente. Os vídeos já foram vistos mais de 15 milhões de vezes.

Segundo o «Independent», num dos clipes mais «flagrantes», a empregada de uma das lojas é vista a tentar agir casualmente, mexendo em prateleiras ou, aparentemente, a ignorar o jovem, mantendo-se, no entanto, sempre na sua retaguarda, como se o estivesse a vigiar. No último frame, a mulher apercebe-se que está a ser filmada e tenta «escapar» à imagem.

«Eles agem como se fosse roubar tudo (talvez algumas coisas), mas não tudo. (Estou a brincar)», escreveu o jovem na descrição de um dos vídeos.



«Aconteceu novamente, desta vez nem fiquei chateado. Estou habituado», escreveu o jovem noutro dos vídeos, seguido da hashtag #SheThinksImStealingPart2, que se traduz para «Ela pensa que estou a roubar parte 2».

É difícil saber se as empregadas estão realmente atrás do jovem pela sua cor da pele, no entanto, isso não impediu milhares de utilizadores de apoiar e aclamar a «denúncia» de Polo.