O partido do conservador populista húngaro Viktor Orban, acusado por derivas antidemocráticas, vai conseguir uma confortável vitória nas legislativas que se realizaram este domingo, de acordo com projeções à boca das urnas.

De acordo com a projeção do Instituto Nezopont, que está a ser divulgada em Budapeste, o Fidesz, do primeiro-ministro, conseguiu 48%, enquanto a aliança de esquerda não conseguiu mais de 27% dos votos.

Segundo a mesma sondagem, o Jobbik de extrema-direita, conseguiu 18% dos votos.