O senador norte-americano Creigh Deeds, que foi candidato democrata a governador da Virginia em 2009, foi esfaqueado na terça-feira na sua casa pelo filho, que se suicidou depois, informou a polícia.

O filho, Austin «Gus» Deeds, de 24 anos, esfaqueou o pai na cara e no peito antes de se suicidar, um dia depois de ter sido submetido a uma avaliação psiquiátrica por alegados problemas mentais, de acordo com as autoridades norte-americanas.

O senador estava na noite de terça-feira internado num hospital de Charlottesville, na Virginia, em situação estável, segundo o diário Washington Post.