Questionada sobre a intenção do piloto, a editora de Internacional da TVI respondeu que «quem fez isto levou o avião para o fim do mundo. Houve aqui uma intencionalidade. Podemos confirmar que esta gente sabia o que estava a fazer. A partir de determinada altura, direcionou todos os recursos para uma zona específica do planeta que é remota».

A editora de internacional da TVI, Cristina Reyna, que tem acompanhado o desaparecimento do avião, explicou na antena da TVI24 esta segunda-feira, as investigações que levaram à descoberta dos destroços do avião MH370 da Malaysia Airlines, 15 dias após o seu desaparecimento.

A editora contou como foi importante o apoio das imagens de satélite nesta operação, relacionando-as com as supostas recentes imagens francesas que «poderão ser mais conclusivas do que outras. Poderão ser estas que indiquem precisamente a presença do avião na zona».

O próximo passo será «encontrar as caixas negras e resgatá-las do mar. Algumas informações darão certamente», acrescentou.