A polícia grega antimotim, que esta quinta-feira de madrugada bloqueou as portas do edifício principal da antiga estação pública ERT, nos arredores de Atenas, está a evacuar o edifício, revelou a agência AFP que tem um jornalista no local. Pelo menos três pessoas foram detidas.

Nikos Tsimbidas,representante da união de trabalhadores da ERT, confirmou à AFP ter sido detido pelos agentes que percorreram todas as divisões do edifício ordenando a saída dos cerca de 200 trabalhadores que estavam no local.

Desde junho, altura em que a estação pública de televisão foi encerrada por ordem do Estado, que centenas de trabalhadores ocuparam o edifício, continuando a realizar programas e a emiti-los através da Internet.

Ao todo, o fecho da televisão mandou 2600 pessoas para o desemprego.

Segundo conta a BBC, as forças de intervenção começaram por criar um cordão em redor do edifício antes de entrarem e evacuarem todas as salas. Alguns resistiram o que levou a polícia a fazer detenções, segundo a BBC.

Com duas centenas de manifestantes no exterior a contestar a ação, a polícia recorreu a gás lacrimogéneo para dispersá-los.