O presidente dos Estados Unidos já repudiou o ataque desta sexta-feira a mais uma escola norte-americana.

No dia em que se assinala o primeiro aniversário do massacre de Newtown, onde morreram 27 pessoas, a maioria crianças, Barack Obama apelou a um maior controlo de armas.

«Temos que fazer tudo o que conseguirmos para proteger as nossas crianças do mal e fazer com que elas se sintam amadas, valorizadas e acarinhadas. E, nessa medida, não podemos perder de vista o facto de que a verdadeira mudança não virá de Washington. Virá da forma como sempre vem - de vocês. Do povo americano», afirmou.

No ataque de ontem, acabou por morrer o suspeito que lançou o pânico numa escola secundária do Colorado e fez pelo menos dois feridos.

Segundo a polícia, o atirador era um aluno da escola e foi encontrado morto, provavelmente depois de ter disparado sobre si próprio.