O presidente norte-americano, Barack Obama, falou ao telefone, esta sexta-feira, com o presidente do Irão, Hassan Rouhani, e ambos direccionaram as suas equipas para trabalharem «de forma expedita» em torno de um acordo sobre o programa nuclear do Irão.

O contacto ao mais alto nível entre os EUA e o Irão foi o primeiro de desde 1979, lembrou Obama. O Presidente considerou que esta era uma oportunidade única para progredir com o Irão numa questão que tem isolado o Ocidente.



Entretanto, os EUA já adiantaram que comunicaram ao governo israelita que Obama falou com o presidente do Irão. Fonte oficial, esclareceu que Israel tem todo o direito em manter o cepticismo sobre as intenções do Irão em resolver a questão nuclear e por isso os EUA irá informar Israel à medida que ocorrerem conversações.

Uma fonte anónima iraniana declarou à Reuters que o telefonema de Obama foi «completamente inesperado».

Um telefonema histórico, 34 anos depois do último contacto entre os dois países. Já quando Hassan Rouhani ia a caminho do aeroporto em Nova Iorque para regressar ao seu país.

Na sua conta do Twitter, o presidente iraniano revelou que disse a Obama, em inglês, um bom dia para si, e que o americano respondeu adeus em Persa.