O maquinista do comboio que descarrilou no bairro nov- iorquino do Bronx, no domingo, estaria a dormir até momentos antes do acidente.

Não foram encontradas drogas ou álcool no sangue do funcionário, mas fontes da investigação avançam que William Rockefeller, de 43 anos, dormitou durante parte do percurso do comboio e até momentos antes do acidente.

Rockefeller terá sucumbido ao sono e terá sido incapaz de parar o comboio que entrou na curva a uma velocidade três vezes superior ao normal.

O botão de emergência foi acionado apenas seis segundos antes do descarrilamento, quando já nada havia a fazer.

Até agora não foram encontradas quaisquer anomalias técnicas nas composições.

O acidente provocou quatro mortos e feriu 63 pessoas.