Mais de 700.000 pessoas saíram esta noite às ruas de Jerusalém para acompanhar o corpo do influente rabino sefardita Ovadia Yosef, no que se tornou o maior funeral da história de Israel, indicou a polícia.

«Estimamos que haja mais de 700.000 pessoas a participar no maior de sempre dos funerais em Israel», escreveu o porta-voz da polícia, Micky Rosenfeld, na sua conta da rede social Twitter, referindo-se às exéquias de Yosef.

Rosenfeld referiu que há mais de 4.000 polícias a garantir a segurança do evento, que encerrou muitas ruas na Cidade Santa.