O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, congratulou-se esta quinta-feira com a participação e propostas de diferentes setores da sociedade na 1ª Conferência Nacional de Paz e voltou a apelar à união de todos contra a violência no país.

«Arrancámos bem esta iniciativa de construir uma Conferência de Paz. Os primeiros elementos estão sobre a mesa e celebro todas as propostas feitas (...) falaram 29 convidados, durante quatro horas, e tomei nota de tudo», disse.

O encontro teve lugar no palácio presidencial de Miraflores e além de representantes do Governo e forças políticas que o apoiam, participaram alguns deputados autarcas da oposição, representantes do setor empresarial, religioso e de estudantes, entre outros.

No discurso de abertura da Conferência, Maduro pediu a todos os setores da sociedade venezuelana um exercício de tolerância. «Façamos um exercício de tolerância, sem calar o que tenhamos que dizer (...) convocamos e convoco para esta Conferência Nacional de Paz todos os venezuelanos, sem condições», disse.