Milhares de manifestantes ucranianos derrubaram, este domingo, a estátua de Vladimir Lenine, em Kiev. Mais de 200 mil pessoas saíram às ruas para reclamar a demissão do presidente Ianukovitch depois de este ter rejeitado um acordo comercial com a União Europeia, optando por uma maior aproximação à Rússia.

A estátua é um importante símbolo da ligação da Ucrânia à Rússia, que tenta uma reaproximação a Kiev.

Um repórter da Reuters no local informa que os manifestantes atacaram a estátua com martelos depois de a terem derrubado com a ajuda de cordas e barras de metal.

De acordo com um porta-voz da polícia ucraniana, citado pela agência de notícias francesa AFP, a estátua de Lenine foi derrubada por manifestantes com o rosto coberto, que empunhavam bandeiras do partido ultranacionalista Svoboda (Liberdade).