A repórter norte-americana Amy Robach, do popular programa «Good Morning America», da ABC News, descobriu que tem cancro da mama após ter efetuado uma mamografia ao vivo durante um direto sobre o tema. Amy Robach anunciou na segunda-feira, no programa «Good Morning America», que vai fazer uma dupla mastectomia e admitiu que só tomou conhecimento da doença porque os colegas a «obrigaram» a fazer a mamografia no programa, como forma de sensibilização.

A mamografia é ainda hoje o melhor método para a deteção precoce do cancro da mama, especialmente nas mulheres com mais de 40 anos.

Amy Robach, de 40 anos, conta que tinha vindo a adiar a realização do exame médico, mas que, numa reviravolta do destino, a produtora do programa «GMA», para o qual a repórter estava a trabalhar, lhe perguntou se não consideraria a hipótese de fazer a mamografia em direto.

Robach confessa que aceitou a contragosto e revela que, na altura, considerou ser «praticamente impossível» ter cancro. «Naquele dia, quando me pediram para fazer algo que eu não queria realmente fazer, algo que eu tinha vindo a adiar há mais de um ano, eu não tinha forma de saber que estava numa situação de vida ou morte», refere.

Amy Robach realizou a mamografia a 1 de outubro. Algumas semanas depois, os médicos comunicaram-lhe que tinha um tumor no peito. Agora, na quinta-feira, a jornalista vai submeter-se a uma mastectomia bilateral e fará, depois, cirurgia reconstrutiva. A repórter sublinha que, se os colegas de trabalho não a tivessem convencido que podia salvar vidas ao fazer uma mamografia na televisão, «eu nunca teria sido capaz de salvar a minha própria».

A jornalista afirma que os médicos lhe confirmaram sem rodeios: «Aquela mamografia salvou-lhe a vida».

Amy Robach decidiu «atacar» o problema de forma radical: «Decidi ser muito agressiva... vou submeter-me a cirurgia reconstrutiva. E, não sei. Há muito coisa que não se sabe até fazer a cirurgia. Não sei se vou fazer quimioterapia. Não sei em que fase a doença está. Não sei se o cancro se espalhou. Então, vou descobrir essas coisas nas semanas que se seguem», remata.

A operação que Amy Robach vai realizar é semelhante à dupla mastectomia a que se submeteu este ano a atriz Angelina Jolie.