Última atualização às 11:23

Um homem de 51 anos, imolou-se na Praça de São Pedro, no Vaticano, esta quinta-feira, pouco antes das nove horas da manhã, escreve a Associated Press. Acabou por ser transportado, depois, para o hospital. O seu estado de saúde é desconhecido, tal como os motivos que levaram ao ato.

A Associated Press (AP), que cita fonte oficial do Vaticano, avança que o homem se regou com petróleo e depois ateou as chamas.

Um padre jesuíta tentou apagar as chamas com um casaco e foi, depois, ajudado por dois polícias que utilizaram um extintor. Mas ambos os agentes ficaram feridos e também foram assistidos no hospital devido à inalação de fumo e com queimaduras nas mãos.

Ainda segundo a mesma fonte, o Vaticano confirmou que o homem foi transferido para uma pequena unidade hospitalar, próximo do local, mas acabou por ser transferido para um hospital de maior dimensão devido à gravidade dos ferimentos. Tem queimaduras graves na parte superior do corpo.

O homem apenas teria consigo um papel com o número de telefone da filha. Os jornalistas não foram autorizados a entrar na praça após o incidente.

O jornal italiano «La Stampa», avança que o homem é casado e vendedor ambulante.