Na Ucrânia, o ex-ministro do Interior e mais nove pessoas ficaram feridas em mais um protesto contra o Governo.

Na capital Kiev, a polícia usou gás lacrimogénio e bastonadas para dispersar algumas centenas de manifestantes, que protestavam contra a condenação de três ativistas a seis anos de prisão.

Foram condenados por alegadamente terem planeado a explosão da estátua de Lenine, em 2011.

Kiev é palco de grandes protestos desde novembro, depois de o Governo se ter recusado a assinar um acordo de associação com a União Europeia, preferindo uma aproximação à Rússia.