Em Atenas, uma jornada de protesto contra a austeridade terminou em confrontos. As autoridades tinham proibido manifestações no centro da capital, por causa da reunião do Eurogrupo, que termina esta quarta-feira. Mas foram muitos os que desafiaram essa ordem.

Os manifestantes tentaram furar os cordões policiais que vedavam o acesso às ruas. A polícia respondeu à bastonada e com gás lacrimogéneo.

Após quatro anos de austeridade, de aumento de desemprego e dos índices de pobreza, milhares de pessoas saíram à rua da capital, para demonstrar o descontentamento com as imposições da troika.

Os protestos desta terça-feira foram convocados por dois dos principais sindicatos do país: um do sector público e outro do sector privado.

Os trabalhadores queixam-se que as medidas estão a colocar em casa os direitos laborais no país e são uma ameaça à sobrevivência dos gregos.