Um grupo de deputados nacionalistas ucranianos envolveu-se em confrontos com parlamentares comunista durante uma sessão do Parlamento, em Kiev, na Ucrânia.

NATO pede à Rússia que retire as tropas da fronteira com a Ucrânia

Na Rada, como é conhecido o parlamento, discutia-se o envolvimento da Rússia nas ações separatistas no Leste do país, quando vários elementos do Partido da Liberdade, enfrentaram os deputados comunistas e obrigaram à suspensão dos trabalhos.

A cena durou vários minutos, com os comunistas a gritarem fascistas aos adversários.

Instantes antes, Petro Symonenko, líder dos comunistas, acusou as novas autoridades de Kiev de incapacidade para compreender e atender às reivindicações dos cidadãos ucranianos de Lugansk, Donetsk e outras regiões do Leste de forte influência russa.