Com tantas pessoas na cerimónia de acolhimento aos jovens da 28ª Jornada Mundial da Juventude, houve quem tivesse ido à praia de Copacabana, na quinta-feira à noite, no Rio de Janeiro, mas não tivesse visto Papa. A reportagem da TVI esteve nos bastidores do primeiro encontro do Sumo Pontífice com os jovens e testemunhou a desilusão de quem não conseguiu ver Francisco.

Foram chegando à praia seis horas antes do Papa aterrar em Copacabana, vieram de todo o mundo com os olhos postos em Francisco, sucessor de Pedro, e muita esperança no futuro da Igreja.

Queriam garantir lugar, primeiro objetivo, e evitar a desorganização, segundo objetivo, mas o que nem todos conseguiram prever é que, desta vez, havia segurança reforçada. Em terra, no mar e no ar, todos os caminhos iam dar ao palco a que o Papa ira subir ou pelo menos assim o desejava um milhão de fiéis.

Francisco chegou já a noite caía no Rio de Janeiro, braços no ar, bandeiras e muita, muita, gente... E tanta, tanta, sem nada conseguir ver...

Com o cancelamento da jornada em Guaratiba, a praia carioca de Copacabana vai continuar a ser a estrela da visita do Papa ao Brasil. Por isso, quem não conseguiu ver Francisco, tem ainda mais três hipóteses ali mesmo à beira mar...