Terminou em violência uma manifestação em Barcelona contra as políticas de austeridade do governo espanhol.

Cerca de quatro mil pessoas desfilaram pelo centro da capital catalã num protesto considerado ilegal por falta de notificação às autoridades.

Já perto do parlamento regional, um pequeno grupo de encapuzados partiu as vitrinas de várias dependências bancárias.

A polícia ordenou, de imediato, a dispersão dos manifestantes, contra-atacando.

Os confrontos continuaram, com algumas pessoas a vandalizar e queimar mobiliário urbano.

Os incidentes da noite passada em Barcelona surgem uma semana depois da grande violência nas ruas de Madrid, em que mais de 100 pessoas ficaram feridas, 67 delas polícias.