No meio de um jardim, uma mulher com uniforme do restaurante de fast food McDonalds, atira-se literalmente a outra e espanca-a sob o olhar de vários - incluindo daqueles que filmam o vídeo - sem que nada façam para deter a alegada agressora.

Todos menos o filho da vítima, de dois anos, que grita e tenta socorrer a mãe, dando pontapés na agressora, como se pode ver pelo vídeo publicado no Youtube e cujas imagens podem chocar os mais sensíveis.

As agressões tiveram lugar na terça-feira. Catherine Ferreira, de 27 anos, ficou com vários ferimentos e o nariz partido, como acrescenta a ABC.

A suspeita é uma mulher de 25 anos, colega de Catherine e que não se apresenta ao trabalho desde essa data. A polícia anda, no entanto, já viu as imagens e anda no seu encalce.

O móbil da agressão terá sido aparentemente um boato espalhado pela vítima de uma suposta relação entre um superior e a mulher agressora. À cadeia de televisão ABC, Catherine não negou ter falado sobre suspeitas de uma relação, mas garantiu que nunca envolveram o nome da colega.

O restaurante já reagiu e lamentou o sucedido, garantindo que está a cooperar com a polícia e que aquela funcionária não irá servir os seus clientes enquanto o processo judicial estiver pendente.