O vice-presidente das Maldivas foi detido este sábado  acusado de planear o assassínio do presidente Abdulla Yamenn.

"Posso confirmar que (Ahmed Adeeb) está detido e sob custódia policial. Foi preso com a acusação de tentativa de assassinato", afirmou o ministro do Interior das Maldivas, Umar Naseer, revela a AP.

O atentado ao presidente teve lugar a 28 de setembro. Uma explosão atingiu o barco onde seguiam Abdulla Yameen e a primeira-dama, que acabou por ficar ferida. O presidente escapou ileso.

Ahmed Adeeb tem 33 anos e tinha sido nomeado vice-presidente há cerca de três meses, após o presidente ter demitido, por traição, o antecessor de Adeeb que tinha sido eleito.