Um tribunal turco decidiu esta segunda-feira condenar à prisão dois jornalistas britânicos, que trabalham para a Vice News. Os jornalistas tinham sido detidos na semana passada sob a acusação de praticarem “atividades terroristas”, segundo a agência noticiosa AFP.

Os dois jornalistas e o seu tradutor iraquiano foram acusados por um tribunal de Diyarbakir, no sudeste de maioria curda, de “participar em atividades terroristas” em nome do grupo extremista Estado Islâmico.

Os três homens foram levados para a prisão de Diyarbakir, no final do julgamento.

Não há mais informações sobre as suas alegadas ligações ao grupo Estado Islâmico.