O Governo da África do Sul rejeitou, mais uma vez, conceder um visto ao Dalai Lama, que acabou por ver-se forçado a cancelar uma viagem prevista para outubro àquele país.

O líder religioso tibetano ia assistir à gala anual de prémios Nobel da Paz, mas o Governo da África do Sul bloqueou essa viagem, segundo o diário «Cape Times».

«Para já, o Dalai Lama decidiu cancelar a sua viagem à África do Sul», confirmou ao jornal Nangsa Choedon, representante do líder religioso no país africano.

Nos últimos cinco anos, o Dalai Lama já se viu obrigado a cancelar três visitas ao país, por falta de visto.

Recorde-se que a África do Sul mantém estreitas relações com a China.