O corpo de Nelson Mandela chegou este sábado a Qunu, a terra natal do líder da luta anti-apartheid e onde será enterrado este domingo, dia 15. A viagem de Pretória atá Mthatha, a cerca de 30 quilómetros de Qunu, durou cerca de uma hora e meia. A viagem do aeroporto de Mthatha até Qunu fez-se de carro.

O caixão com o corpo de Mandela foi transportado num carro fúnebre, com uma escolta militar, e aplaudido por centenas de pessoas que se abeiravam das estradas.

Antes de sair de Pretória, parentes e amigos de Nelson Mandela e autoridades sul-africanas homenagearam o ex-presidente na base militar de Waterkloof. Uma cerimónia organizada pelo Congresso Nacional Africano (ANC, da sigla em Inglês).

A viúva de Mandela, graça machel, e a ex-mulher, winnie mandela também marcaram presença na cerimónia, assim como Jacob Zuma, atual presidente sul-africano.

Antes, cerca de 100 mil sul-africanos passaram pelo caixão de Nelson Mandela exposto desde quarta-feira na sede da presidência, informou o Governo.