Uma escola da ilha cabo-verdiana de São Vicente anunciou uma reforma nas normas de postura e conduta dos alunos, proibindo, entre outras medidas, o uso de minissaias e calças de «fundo baixo», noticia a imprensa local.

Segundo a edição online do jornal A Semana, a direção do Liceu Jorge Barbosa, no Mindelo, decidiu tomar novas medidas, apoiadas pelos encarregados de educação, depois da polémica criada pelo facto de, aos poucos, os alunos começarem a deixar de usar o habitual uniforme, optando por vestimentas «civis», conta a Lusa.

Com a entrada em vigor das novas normas no Liceu Jorge Barbosa, fica proibido subir a bainha das saias das raparigas e baixar o fundilho das calças para os rapazes.