As autoproclamadas «repúblicas populares independentes» de Donetsk e Lugansk unificaram-se este sábado sob o nome Novorossia (Nova Rússia), num ato que decorreu na véspera das eleições presidenciais ucranianas.

A cerimónia de unificação decorreu num hotel de Donetsk, a capital da homónima região pró-russa, na presença de representantes de outras regiões do sudeste ucraniano: Odessa, Kherson, Nikolayev, Dnipropetrovsk e Zaparozhie.

Os subscritores foram o primeiro-ministro da república popular de Donetsk, Alexandr Borodai, cidadão russo segundo Kiev, e o líder separatista de Lugansk Alexei Kariakin, informaram os média locais, segundo a agência noticiosa espanhola EFE.