Os ministros europeus da Administração Interna chegaram a acordo, ao início da tarde desta terça-feira, para a distribuição de 120 mil refugiados pelos estados membros. A informação é avançada pela agência Reuters, que cita fontes diplomáticas.
 
A informação foi avançada também pelo Governo do Luxemburgo, que preside à reunião, através do Twitter.
 
"A decisão do Conselho de realocar 120 mil pessoas foi adoptada hoje por larga maioria dos Estados-membros", escreveu o Governo luxemburguês.
   
 
A proposta contou, ainda assim, com os votos contra da Eslováquia, Roménia, República Checa e Hungria. A Finlândia absteve-se.