Paleontólogos argentinos anunciaram na sexta-feira que descobriram restos fossilizados de um enorme dinossauro, o maior descoberto, com um peso superior a 100 toneladas, o equivalente a 14 elefantes.

Este «é o maior exemplar conhecido, com pelo menos 90 milhões de anos», disse à imprensa local Ruben Cuneo, diretor do museu de paleontologia Egidio Feruglio de Trelew, na Patagónia.

Os fósseis foram descobertos por acaso em 2013, por um camponês, num campo situado a 260 quilómetros de Trelew, na província de Chubut, a 1.300 quilómetros de Buenos Aires.