Mais de 100 pessoas foram detidas na Tailândia durante uma campanha contra a pesca ilegal e tráfico de seres humanos da polícia, lançada após a advertência de sanções da União Europeia (UE), informaram esta quarta-feira as autoridades.

Nos últimos nove meses, as forças de segurança intensificaram o combate aos abusos na indústria pesqueira e investigaram 37 casos, no âmbito dos quais foram detidos 105 suspeitos e resgatadas 130 vítimas de tráfico humano, segundo um comunicado da polícia enviado à agência Efe.

Mais de um terço dos detidos foram transferidos para a prisão, incluindo donos de barcos, pescadores e intermediários que tinham a trabalhar em barcos pesqueiros vítimas de tráfico humano que viviam em condições de escravidão.