As negociações entre a Rússia e a Ucrânia para tentar resolver o diferendo sobre o fornecimento de gás, que poderá afetar a Europa, terminaram este domingo sem qualquer acordo, disse fonte oficial do Governo ucraniano.

«As conversações terminaram sem resultados. Não se sabe quando é que haverá novas negociações», disse a mesma fonte, citada pela agência France Presse.

A companhia Gazprom, maior empresa da Rússia e maior exportadora de gás natural do mundo, tinha fixado segunda-feira 16 de junho como data limite para o reembolso da dívida acumulada pela Ucrânia, ameaçando cortar a distribuição de gás russo àquele país. Kiev deve quase dois mil milhões de dólares.