O grupo parlamentar do Partido das Regiões, a formação do deposto Presidente ucraniano Viktor Ianukovich, responsabilizou este domingo o seu líder pela crise e pelos distúrbios que esta semana fizeram 82 mortos em Kiev.

«A Ucrânia foi traída. Provocaram o confronto entre as pessoas. E toda a responsabilidade recai sobre Ianukovich e a sua envolvente mais próxima», pode ler-se numa declaração da fação parlamentar, que foi a principal base de apoio do destituído chefe de Estado.

Os deputados do Partido das Regiões (PR) condenaram as «ordens criminais que afetaram simples cidadãos, soldados e oficiais».